RECEBA NOTIFICAÇÕES SOBRE OS NOVOS 
POSTS E NOVIDADES DO NOSSO BLOG!

 
Mairo Vergara


"NÃO FOI BOM PRA MIM"

A EXPECTATIVA X REALIDADE
3




Acredito piamente que, em uma relação sexual, alguma vez na vida nós proferimos essa frase para alguém, ou já ouvimos de alguém. Algumas vezes é dita com certa razão para quem a escuta, outras vezes nem tanto. E como descobrir qual a medida certa? 

É muito simples. Nem sempre o padrão de bom para você é o mesmo padrão de bom para o outro. Ás vezes o que você considera totalmente bizarro, pode ser um imenso prazer para o outro. Mas isso não significa que seja errado, apenas que é diferente.  Ou seja, "pode ser, pode não ser", depende do seu ponto de vista.

E o que vai determinar a sua razão em dizer ou não? Você realmente se conhecer, saber do que gosta, e o que está disposto a aceitar, e pronto para compartilhar a dois. Afinal, relacionamento é via de mão dupla. 

Contudo, estas questões deveriam estar no mínimo muito bem resolvidas em sua cabeça e serem discutidas com seu par, fazendo com que um acordo razoável seja estabelecido,  e para que "seja bom para ambos".  

E por que isso simplesmente não acontece? Porque ainda temos a expectativa que o outro adivinhe o que se passa em nossa cabeça. 
Segundo o Dicionário Aurélio, a palavra expectativa significa:

a) Condição de quem espera para que algo aconteça;
b) Estado de alguém que espera algum acontecimento, baseando-se em probabilidades ou na sua possível efetivação.

E segundo o mesmo dicionário, realidade significa:
a) Característica ou parte do que é real (tem existência verdadeira);
b) Aquilo que existe verdadeiramente; circunstância ou situação real; verdade.

Se esperamos uma determinada realidade (que não acontece), se esperamos que o outro nos supra em todos os sentidos sem ao menos abrir a boca, é no mínimo injusto, não? Se a pessoa tem domínio demais, reclamamos, se tem de menos, reclamamos.  E qual o problema de dizer claramente á outra pessoa o que te satisfaz ou o que não te satisfaz? 

Ninguém nasceu sabendo, não temos total domínio nem de nós mesmos, por que exigir que o outro o tenha? Simples... Porque é muito mais fácil criar a expectativa do que assumir a responsabilidade por nos conhecer. Porque na maioria das vezes, nem mesmo você se conhece, nem mesmo você sabe do que gosta!
 
Não há nada de errado em se descobrir, em falar para o outro o que espera que seja realizado! Não há nada de errado em tentar novamente. E tentar de novo, e de novo, e de novo até conseguir verdaderiamente dizer o "foi muito bom pra mim"!

Mas é preciso assumir a responsabilidade de se conhecer e de comunicar ao outro o que deseja,  é preciso coragem, é preciso persistência, ter empatia pelo próximo, e paciência! Somente desta maneira a sua expectativa pode se tornar realidade!


João da Silva
"Para quem ainda não acertou a forma de se relacionar afetivamente com o outro, “O grande segredo dos relacionamentos felizes - Guia Definitivo em 3 passos” vai lhe ajudar a trazer ideias para melhorar o seus relacionamentos de forma simples, direta e eficaz.
Aproveite a oportunidade  para ter uma melhor qualidade em seu relacionamento!"


Deva Dasi
Autora, Coach de Relacionamentos e Sexualidade
 
Ipad

Baixe de forma GRATUITA o seu Guia com os três passos para alcançar um relacionamento leve e feliz!

 

DESCUBRA O GRANDE SEGREDO DOS RELACIONAMENTOS FELIZES - GUIA EM 3 PASSOS

 
Feito com