fbpx

O tamanho da “vara” é o que vai fazer a mágica acontecer?

Eu sei que essa é a maior preocupação no mundo masculino. E com todas as letras, sem churumelas, vou te responder o seguinte: NÃO É O TAMANHO DA SUA VARA QUE VAI FAZER A DIFERENÇA. E faço questão de te explicar de uma forma bem visual, para que você tenha uma referência em 3D. Ah, e faça um favor a você mesmo. Tire a sua máscara de sabe-tudo e calce as sandálias da humildade para aprender com uma mulher. Será mais benéfico do que você imagina…

Vamos lá. Não sei se você já assistiu (ou leu) a saga de Harry Potter. Se ainda não, pelo menos assista ao duelo final do 8° filme da Saga, que se chama ‘Relíquias da Morte Parte 2’. Apesar de ser um filme fictício, tem muita verdade aí, incluindo sobre sexualidade e sobre esse seu medo de que o tamanho do seu pênis é o que vai fazer a diferença na mágica do sexo com a sua mulher.

No mundo de Harry Potter, não é o bruxo que escolhe a varinha. É a varinha quem escolhe o bruxo. Ou seja, da mesma maneira que no mundo real, você não escolhe o pênis que tem, certo? Já nasce com ele.

Quanto mais conhecimento e quanto mais determinadas habilidades o bruxo adquire, melhor ele fica. Mas com um adendo importante: sempre utilizando a sua própria varinha. Já entendeu que, sem conhecimento e sem prática, você não vai a lugar algum, não é?

O vilão da saga tem esse papel importante na estória porque obviamente o cara era muito fera em feitiços, era muito, mas muito inteligente e estrategista. Tão estrategista que queria dominar o mundo bruxo com sua “força do mal”.

E como um grande estrategista, ele pensou… “se eu usar a varinha das varinhas dominarei o mundo bruxo”. Essa era considerada a maior, a mais poderosa e a melhor varinha de todos os tempos. Imagina, ser “o melhor bruxo” com “a mais poderosa varinha de todos os tempos”. Dupla praticamente infalível, não é mesmo? 

Agora, no duelo final entre Harry Potter e o Vilão da saga, repare que o Harry está usando, geometricamente falando, uma varinha menor do que a do vilão. Mas quem ganhou o duelo? O Harry Potter, que tinha uma pequena e “mísera” varinha de condão.

Será que foi o fato de Harry Potter ser o “herói” da saga? Será que foi o fato de Harry Potter ser o mais “novinho”? Não, não foi nada disso. Sabe por que o Harry Potter ganhou? PORQUE A VARINHA QUE O VILÃO ESTAVA USANDO NÃO ERA VERDADEIRAMENTE DELE! Simples assim. Ou seja, mesma coisa acontece contigo todas as vezes que você vê o cara do filme pornô ou o coleguinha no banheiro e fica se comparando com aquela “força do mal”!

Aquela vara é sua? NÃO! Então por que raios você não olha para o que você tem, descobre como funciona e quais os melhores recursos pode tirar de dentro de você? Não adianta nada você querer fazer a mulher revirar do avesso com a sua mágica se:

a)       VOCÊ NÃO DOMINA O CORPO DELA, É ELA QUEM DEVE DOMINAR O PRÓPRIO CORPO;

b)      VOCÊ NÃO CONFIA NO SEU TACO.

Direto e reto, meu querido, pare de olhar a grama do vizinho e comece a cuidar da SUA GRAMA! O dia que você se tornar dono de si, de suas habilidades e competências, vai entender que não é o tamanho de seu pênis que fará a sua mulher ficar louca! O que a fará ficar louca por você é o fato dela se sentir AMADA, OUVIDA, SEGURA E PROTEGIDA! Até mesmo no sexo.

 

E esse segredinho, nenhum “varão” vai te contar, só eu mesma… 😉 

Receba dicas grátis sobre relacionamento e sexualidade

Agende seu 1º contato online!